Como funciona o debate competitivo?

Em Portugal, os debates seguem o modelo parlamentar britânico (BP), que é amplamente utilizado em torneios internacionais como o World Universities Debating Championship (WUDC), o European Universities Debating Championship (EUDC), o Campeonato Mundial de Língua Portuguesa (CMDLP) e o Campeonato Mundial Universitário de Debate em Espanhol (CMUDE).

Em BP, o debate envolve quatro equipas, cada uma composta por dois membros, e dois lados: o Governo e a Oposição. Duas equipas representam cada lado, competindo entre si com o objetivo de debater uma moção, que é uma frase, ideia ou política disputada e enquadrada sob o prefixo “Esta Casa,” que representa as pessoas presentes no debate.

A moção é anunciada quinze minutos antes do início do debate, durante os quais as equipas preparam os seus argumentos, sem o uso de meios eletrónicos. As posições de Governo (que defende a moção) e Oposição (que refuta a moção) são atribuídas aleatoriamente. Cada orador tem sete minutos para apresentar o caso da sua equipa.

As moções podem propor uma alteração no status quo (por exemplo, “Esta Casa baniria os jardins zoológicos”) ou fazer uma declaração (por exemplo, “Esta Casa preferiria viver num mundo sem redes sociais”).

Após o debate, um painel de adjudicadores avalia a argumentação das equipas, considerando o conteúdo dos discursos, o estilo e a forma como se relacionam com o debate e com os argumentos das outras equipas. Eles classificam as equipas do 1º ao 4º lugar e explicam a sua decisão.

A ordem dos discursos no BP é a seguinte:

1. Primeiro-Ministro
2. Líder da Oposição
3. Adjunto do Primeiro-Ministro
4. Adjunto do Líder da Oposição
5. Extensão do Governo
6. Extensão da Oposição
7. Whip do Governo
8. Whip da Oposição

Cada equipa desempenha um papel específico no debate com base na posição e no lado atribuídos a eles. As primeiras casas (1º Governo e 1ª Oposição) devem definir o debate claramente através dos seus argumentos. O 1º Governo explica por que a moção está a ser debatida e define o modelo proposto. A 1ª Oposição refuta a moção, defende o status quo e contesta o modelo proposto, respondendo aos argumentos da casa oposta.

As segundas casas (2º Governo e 2ª Oposição) estendem o caso das suas respetivas bancadas, refutindo os argumentos da bancada oposta e seguindo as definições apresentadas pelas primeiras casas. Os Whips, que também pertencem às segundas casas, fazem um resumo do debate, explicam por que a sua equipa venceu e destacam a relevância dos seus argumentos, sem apresentar argumentos novos.

Durante os discursos, os oradores podem intervir por meio de Pontos de Informação (POI), permitindo perguntas ou contra-argumentos ao orador da bancada oposta. Os POIs não são permitidos no primeiro e no último minuto dos discursos.

Skip to content