Nos passados dias 19, 20 e 21 de fevereiro de 2021 realizou-se o II Open Digital de Coimbra. Organizado pela Sociedade de Debates da Universidade de Coimbra (SDUC), este foi o primeiro torneio do Movimento Nacional de Debate Competitivo Universitário (DCU), no ano de 2021. Este torneio contou com 44 equipas, sendo que 25 eram compostas por debaters iniciados. Estes dados demonstram que as Sociedades de Debates Nacionais fizeram um bom trabalho de recrutamento durante o primeiro semestre. O Conselho Nacional de Debates Universitários (CNADU) gostaria de congratular, desde já, as Sociedades pelo bom trabalho de captação de novos talentos.

 

Contando com uma CA Team extremamente experiente (Jéssika Peixoto, Diogo Videira, Isabella Refkalefsky, Luísa Taveira, Pedro Falcone) o II Open Digital de Coimbra foi marcado por um conjunto de moções extremamente diverso e de acordo com atualidade, abordando temáticas como relações internacionais, ambiente e educação. De destacar, ainda, a estreia da Carla Cavalheiro enquanto Convenor, que proporcionou, a todos os participantes um evento agradável e acolhedor, sempre com uma componente didática e de aprendizagem. A Carla contou, ainda, com o apoio de José Sardinha (Tab Master) e com a Equity Team (Carolline Querino e Maria Clara).

 

A final, cuja moção foi “Esta Casa Acredita que a Orquestra Filarmónica de Israel deveria tocar frequentemente a Obra de Wagner”, foi ganha pela equipa “Os Espantalhos” (José Roberto Fischer Júnior, Mateus Beninca), que debateram, de forma renhida, o papel da música e o seu impacto na sociedade que a ouve, potenciando uma intensa discussão sobre o papel do artista nas obras que cria. Sendo um torneio com uma forte componente internacional, o II Open Digital de Coimbra contou com a presença de dois debaters nacionais no Top-10: Tomás Correia (1º Lugar) e Fattha Mahmud (4º Lugar). O Tab pode ser consultado aqui.

 

Tendo sido um bom arranque do 2º semestre do ano académico de 2020/2021, o CNADU gostaria de congratular, uma vez mais, a SDUC pela organização do II Open Digital de Coimbra e desejar boa sorte para eventos futuros.